terça-feira, 31 de março de 2015

MANCHAS BRANCAS NA PELE: SARDA OU MICOSE?


Sabe aquela pintinha branca que apareceu na sua pele sem explicações? Afinal, ela é uma sarda ou micose?  Para sanar essas dúvidas sobre manchas de pele e verão, reunimos algumas informações que vão te ajudar a entender direitinho o que acontece com a pele nesta temporada de dias ensolarados.
Segundo a dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Márcia Greco, os raios de sol (UVA e UVB) podem provocar manchas escuras, sardas brancas e queimaduras.
Por isso, no verão é comum que apareçam manchas que não existiam antes. Saiba abaixo a diferença entre sarda e micose:

Sardas brancas:

São manchas claras, com tamanhos que variam de 1 a 5 milímetros e que surgem nas pernas e braços. As lesões são decorrentes do dano provocado pelo sol sem proteção ao longo da vida. Segundo a dermatologista, elas aparecem porque as células que produzem melanina podem parar de funcionar, fazendo com que a pele fique mais clara e sem cor em alguns pontos.Essas sardinhas não causam danos à saúde e também não têm tratamento, mas filtro solar evita que novas apareçam.

Micoses:

São muito parecidas com as sardas brancas, por isso qualquer mancha que surja de repente na pele, deve ser examinada. No caso das micoses, elas normalmente são ignoradas pelas pessoas, o que pode levar ao aumento do problema.  O Dr. Bento Carvalho, clínico geral do Hospital San Paolo, explicou mais sobre a doença.
“A micose inicia-se com uma irritação e coceira que causam uma vermelhidão no local, geralmente nas virilhas, pés e unhas. Ao perceber a micose, aconselho procurar na hora um clínico geral ou dermatologista, pois esta é uma doença facilmente confundida com outras. A automedicação nunca é aconselhada”, alerta.
Anotou a diferença? Então fique de olho! Quando se trata de manchas na pele, qualquer mudança na cor, tamanho e textura requer análise de um dermatologista para diagnosticar um possível problema. 
Fonte: Thamirys Teixeira

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário